Fast food e “similares” causam depressão.

Fast food aumenta o risco de depressãoDe acordo com uma pesquisa recentemente conduzida por cientistas da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria e a Universidade de Granada, tanto o consumo de fast food como o de seus “similares” causam depressão. O estudo publicado no jornal Public Heath Nutrition, mostra que aqueles que consomem fast food são 51% mais favoráveis em desenvolverem a depressão do que aqueles que consomem pouco ou nenhum tipo desses alimentos.

Fast food e similares aumentam o risco de depressão.

O estudo envolveu 8.964 participantes dos quais nunca foram diagnosticados com depressão e nunca tomaram medicamentos antidepressivos. Após uma avaliação de 6 meses, 493 foram diagnosticados com depressão ou começaram a tomar medicamentos antidepressivos – o que também já foi constatado, deixa a depressão ainda pior. Os resultados atuais apontam o que a SUN Project, um programa de estilo de vida, encontrou em 2011: o aumento de 42% de risco de depressão naqueles que consumiam fast food. Além do que, o risco de depressão aumentava conforme o consumo de fast food e similares também aumentava.

A pesquisa acrescenta mais evidências a respeito de porque todos devem evitar fast food a todo custo. Representando alguns dos alimentos de mais baixa qualidade do planeta, fast foods são cheios de ingredientes que prejudicam a saúde, enquanto os mesmos são preparados da pior maneira possível. A carne utilizada é convencional, ou seja, cheia de antibióticos, hormônios de crescimento e  tratada com amônia e “pink slime”.

É óbvio que a depressão não é o único problema  que o consumo de fast food e suas variantes podem trazer, contudo os resultados são preocupantes. Embora muitas pessoas não percebam, esses produtos foram criados para viciar e causar danos à saúde. Um estudo publicado no Journal of Clinical Investigation mostra que “comidas lixo” tem um efeito de alteração no cérebro que faz você querer comer mais. O consumo de alimentos processados com alto teor de gordura causam danos ao hipotálamo – área responsável por níveis de fome, sede, ciclos e rítmos naturais do corpo.

Como fast food e similares demonstram causar depressão, obesidade e incontáveis outros problemas de saúde, é hora das pessoas reavaliarem seus hábitos alimentares e fazer uma mudança geral em seu estilo de vida.

Fonte: Natural Society

Anúncios

Gostou? Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s